Sua contabilidade te dá confiança para tomar decisões?

É comum, em palestras Brasil afora, notar que a maioria dos empresários, diretores e gerentes de grandes, médias e, principalmente pequenas empresas não se utilizam, seja por opção ou, principalmente, por desconhecimento, das informações oriundas de sua contabilidade, para a tomada de decisões estratégicas em suas companhias.

[pullquote cite=”Jean Felipe” type=”left”]A contabilidade estratégica tem o poder de reconhecer e indicar os momentos mais propícios à realização de um investimento.[/pullquote]

Talvez, uma parte deste problema, seja cultural.

Não é raro ouvir destes líderes que “Contabilidade registra o passado, a as estratégias da empresa visam o futuro”, ou ainda há, muito forte, uma ideia de que a contabilidade apenas é uma extensão do fisco na empresa, que as informações, números e dados ali gerados, servem somente para cumprir exigências legais. Claro que também há casos em que a contabilidade é algo tão diferente da realidade da empresa, que ninguém se atreve a mexer neste “vespeiro”.

[pullquote cite=”Confúncio” type=”right”]Se queres prever o futuro, estuda o passado.[/pullquote]

Utilizando uma frase de Confúcio, podemos começar a entender o quão importante é, primeiramente termos informação e dados tabulados corretamente no passado, para transformar todo este volume de números em estatística, tendências, provisões, e pautado neste cenário, tomar a melhor decisão estratégica para o crescimento.

Pesquisas apontam que, nada menos de 63,4% das decisões de executivos, em todos os níveis, são tomadas pela “fuga do problema”, ou seja, não se tomam decisões até que o problema se resolva sozinho, para ficarmos no dito popular é que conhecemos por “O que não tem remédio, remediado está.”

[counter num_start=”0″ num_end=”63.4″ num_prefix=” ” num_suffix=”%” num_speed=”5000″ num_color=”#9b59b6″ text_above=”Das decisões de Executivos,” text_below=”são tomadas pela ‘fuga do problema'” text_color=”#000000″]

Ainda boa parte dos nossos gestores não compreende sequer “onde” encontrar os dados contábeis e muito menos, como transforma-los em informação útil. É nesta hora que o seu contador faz toda a diferença e digo que, certamente, pode ser a diferença simples entre o lucro ou um prejuízo.

Se você por exemplo, já se fez algumas destas perguntas:

  • Onde estão sendo aplicados os recursos da empresa?
  • Não sei se tenho lucro ou prejuízo, não sei se meu negócio “vale a pena”.
  • Como “descobrir” o quanto tenho que vender para pagar as contas, mesmo que não tenha lucro?
  • Quais são meus custos? Parecem “brotar” contas e despesas à todo o momento.
  • Como vou determinar meu preço de venda?
  • Quanto eu pago em impostos? Existe uma forma, legal, de pagar menos?

Primeiramente saiba que estas dúvidas são muito comuns em todas as empresas, em especial nas micro e pequenas, onde geralmente, as decisões estratégicas estão centralizadas no dono ou em um diretor ou gerente.

Agora saiba que todas as respostas, destas questões, estão guardadas na sua contabilidade!

As ferramentas contábeis abaixo, são os caminhos que levarão as respostas! Dados transformados em informações:

  • Fluxo de Caixa
  • Análise de Indicadores
  • Ponto de Equilíbrio
  • Determinação de Custos Padrões
  • Planejamento Tributário
  • Elaboração do Orçamento e Controle Orçamentário

A contabilidade estratégica tem o poder de reconhecer e indicar os momentos mais propícios à realização de um investimento.

Sua contabilidade tem prerrogativas para, com base em uma gestão de riscos, e em um amplo conhecimento do mercado, orientar ou abalizar a melhor tomada de decisão,
Se, ao final desta leitura, as perguntas ali de cima, ecoam na sua cabeça, não se preocupe, nós poderemos te ajudar com estas respostas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *